2010-11-01

A CIÊNCIA SE MULTIPLICARÁ

Um dos sinais dos tempos

A CIÊNCIA SE MULTIPLICARÁ

O Livro do Profeta Daniel é, por assim dizer, o Apocalipse do Velho Testamento. Na verdade, é o livro profético do Velho Testamento que mais objectiva e enfaticamente se ocupa do “FIM DO TEMPO”. Não só nos dá a visão profética da sucessão dos grandes impérios mundiais, como nos revela com enorme abundância de pormenores os grandes acontecimentos que ocorrerão no Mundo, em conexão com o Povo de Israel, no derradeiro fim do presente sistema e da actual era, a que se seguirá de imediato, o estabelecimento do Bendito Reino de Deus em que o Eterno Filho de Deus, que conhecemos pelo doce nome de JESUS CRISTO, reinará fisicamente no Planeta Terra.
O estudo cuidadoso dos dois livros (Daniel e Apocalipse) mostra-nos que o Apocalipse é o natural seguimento de Daniel. O Apocalipse continua a profecia de Daniel, revelando O Mistério Profético da Igreja, assunto não ventilado em Daniel e “abrindo” o tempo do fim que ficara “fechado” e “selado” em Daniel.
Notem-se os seguintes versículos:
“E tu, Daniel, fecha estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo… Vai, Daniel, porque estas palavras estão fechadas e seladas até ao fim… “ (Dan.12: 4 e 9).
“E disse-me (o anjo a João): Não seles as palavras da profecia deste livro porque próximo está o tempo
(Apoc.22:10).
É no contexto de que o tempo do fim, nos dias de Daniel ainda estava muito distante, que o anjo anuncia a Daniel um dos mais significativos sinais dos últimos tempos:
“E tu, Daniel, fecha estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra e a ciência se multiplicará (Dan.12:4).
A Ciência, ou o Conhecimento Humano, evoluiu muito lentamente através dos séculos quando se compara a sua evolução no passado com o alucinante desenvolvimento que tem tido desde 1914-1918.
Nestes últimos 100 anos o homem aprendeu mais, adquiriu mais conhecimento e ciência e criou e desenvolveu mais técnicas, do que em todo o tempo passado desde Adão.
A este respeito Gordon Lindsay, um estudioso das profecias, diz no seu livro “40 Signs of the Soon Coming of Christ”:
“Os nossos avós, quando jovens, viajavam em carruagens muito similares às de Faraó há mais de 3.500 anos. Um homem com 80 anos hoje pode recordar tempos em que não havia automóvel, nem telefone, nem luz eléctrica, nem rádio nem televisão. Naquele tempo a revolução industrial estava apenas no seu início. Foi no princípio do século XX que surgiu o avião. A rádio e a televisão e tantos outros equipamentos electrónicos, de que nós dispomos hoje facilmente, são também maravilhas do século XX… o homem chegou ao ponto de poder manipular o átomo. Esta realização espantosa foi dada a conhecer ao mundo no cataclismo atómico de Hiroshima. Em virtude das condições prevalecentes no mundo, o poder atómico continua a desenvolver-se com possibilidades de produzir destruições em massa. Trata-se, aparentemente, de uma descoberta, capaz de pôr termo a todas as descobertas”.
E que dizer das descobertas no campo da bioquímica, da manipulação genética, da medicina, da cirurgia, das comunicações, da transplantação de órgãos humanos, da inseminação artificial, da electrónica, da informática, das viagens espaciais?
Em qualquer campo do conhecimento humano para que nos voltemos, vemos que, nas últimas décadas, o conhecimento


humano desenvolveu-se de tal maneira que hoje podemos compreender melhor o significado das palavras do Salmista:
“Que é o homem mortal para que te lembres dele? E o filho do homem para que o visites? Contudo pouco menor o fizeste do que os anjos, e de glória e honra o coroaste. Fazes que ele tenha domínio sobre as obras das tuas mãos; Tudo puseste debaixo dos seus pés…” (Sal.8:4…).
Pensamos que o campo de ciência onde os avanços humanos são mais espantosos e talvez de maior alcance profético é o das viagens (“invasões”?) espaciais.
Tente-se avaliar a ciência, o conhecimento, a precisão, a previsão científica, a grandiosidade da realização humana, envolvidos em tal feito:
1 - Uma nave foi lançada para o espaço há sete anos com objectivos perfeitamente definidos.
2 - Há sete anos que cruza os espaços siderais, mantendo-se ainda em funcionamento...
3 - Sabe-se que alcançará o Planeta Úrano em 24 de Janeiro de 1986! Pasme-se perante tal previsão.
4 - A nave já passou por Júpiter e por Saturno de acordo com a rota humanamente traçada!
5 - A nave continua a enviar imagens para a Terra… ao fim de sete anos de viagem ininterrupta!
6 - Quando atingir Úrano estará a 3.060 milhões de quilómetros da Terra levando então um sinal de rádio 2 horas e 45 minutos a chegar à Terra!
7 - Sabe-se que a passagem da nave por Úrano durará apenas 6 horas!
8 - Sabe-se que em … a nave começará a enviar imagens de Úrano para a Terra, de cinco em cinco minutos, durante 36 horas! Continuamos pasmados com o rigor, a previsão, como se tratasse de prever os eventos de uma corrida de automóveis mesmo assim sujeita a tantos imprevistos imponderáveis!
9 -E, pasme-se ainda mais – a nave depois de Úrano seguirá ainda para Neptuno onde chegará a 24 de … como se estivéssemos a indicar a data de aniversário de alguém.

O sinal que o anjo indicou a Daniel para o fim dos tempos: a multiplicação da ciência está a cumprir-se plenamente ante os nossos olhos perplexos.
A intervenção espectacular de Deus no Mundo está prestes a dar-se.
A vinda de Cristo, em glória e poder sobre as nuvens dos Céus, está às portas!
Com muito mais razão os verdadeiros discípulos de Jesus Cristo – que constituem a Sua amada Igreja – estão prestes a ser retirados deste mundo: é o arrebatamento!
A grande tribulação, que precederá imediatamente o estabelecimento do Reino de Deus na Terra está aí á nossa frente a dois passos de nós.
Aprontemo-nos, a hora é chegada.
Maranata.

Extraído de “O Clamor”nº 6 de 1985 (pág.14-15)



2 comentários:

  1. A ciencia se multiplcando e a raca humana despercebida totalmente sem imaginar qua a consequencia e tao grande como nunca houve no planeta terra. So quem estar com a palavra e que pode estar seguro e salvo desta consequencia cadastrofica

    ResponderExcluir